tdah logo

cleide heloisa partel

Estratégias para manter seu cérebro TDAH/DDA feliz e saudável

Pensamento Negativo = resultado negativo

Todo mundo tem pensamentos negativos ao longo do tempo, mas a maioria das crianças, adolescentes e adultos com TDAH têm mais deles por mais tempo.

Estes pensamentos vêm de julgamentos equivocados de outras pessoas ("Por que você é tão preguiçoso?") e de si mesmo ("Eu não sei fazer nada direito!")

Muitas crianças com TDAH podem levar esses padrões de pensamentos negativos na vida adulta, acarretando problemas de humor, de comportamento, de ansiedade e/ou depressão.

Desafie seu cérebro

Os pensamentos negativos são em sua maioria automáticos. Eles simplesmente acontecem. Sempre que percebê-los, precisa esmagá-los ou eles vão estragar o seu dia.

Se você pensar, "Meus colegas de trabalho, provavelmente não vão gostar da minha apresentação, acho que é horrível", deve anotar esse pensamento e em seguida, escrever uma resposta positiva, algo como "Meus colegas de trabalho vão gostar meu discurso e se interessar." Quando você fala de volta para seus pensamentos negativos, você tira seu poder, o que o ajuda a se sentir melhor.

Maneiras dos nossos pensamentos mentirem para nós

Nossos pensamentos e sentimentos nem sempre dizem a verdade. Eles costumam mentir para nós e fazer as situações parecerem pior do que elas realmente são.

Identifique as maneiras como seus pensamentos aparecem para tirar o poder que têm sobre você.

Meu melhor conselho é: observe e extermine pensamentos negativos sempre que possível.

Tudo ou nada (polaridade)

Quando você pensa que algo é tudo de bom ou tudo de ruim.

Ex: "Se eu tirar um 10 nesse teste, eu sou inteligente. Se eu for mal, então sou burro, não sou bom em nada”. Quando uma criança com TDAH diz:" Não há nada a fazer ", sente-se para baixo, chateada, aborrecida, e desmotivada para mudar a situação. Mas não é racional. Mesmo se está chovendo lá fora, ela provavelmente poderá listar 20 coisas a fazer. Se ela não desafiar o pensamento, poderá passar o dia com miserável sentimento.

“Sempre”(generalizar)

Este tipo de pensamento é quando você acha que algo que aconteceu "sempre" se repetirá.

Toda vez que você pensar em palavras como "sempre", "nunca", "ninguém", "todos" ou "todas as vezes", você está envolvido em "sempre pensando”.

Se sua esposa o irrita e você fica chateado, pode pensar para si mesmo: "Ela está sempre gritando comigo", mesmo que ela grite só de vez em quando.

Mas o pensamento é tão negativo que faz você se sentir triste e chateado. Isto é muito comum.Cuidado com ele!

Centrando-se no negativo

Isso ocorre quando você vê somente o mal em uma situação e ignora o bem que poderia acontecer.

Ex: Se você tem que sair de um encontro com seus amigos e está triste por deixá-los, não acredita que nos novos lugares que vai poderá acontecer algo de bom, conhecer novos amigos. Se quer manter sua mente saudável, foque nas partes boas de sua vida muito mais do que nas ruins.

Leitura do Futuro

Isto é onde você “prevê” o pior resultado possível de uma situação.

Ex: Antes de fazer um discurso na frente de uma reunião de classe ou de trabalho, você pode dizer para si mesmo: "As pessoas vão rir de mim ou achar que eu sou estúpido." Basta esse sentimento para você sentir-se nervoso e chateado.

Mentes que fazem a leitura de outras pessoas

Isso acontece quando você acredita que sabe o que o outro está pensando, quando este nem sequer lhe disse. Muitas pessoas freqüentemente fazem a” leitura” das mentes alheias. É a principal razão das dificuldade nos relacionamentos. Eu digo às pessoas: "Por favor, não leiam a minha mente; eu mesmo tenho bastante dificuldade em fazer isso!"

Pensando com seus sentimentos

Isso ocorre quando você acredita em seus sentimentos negativos sem questioná-los. Sentimentos são complexos e, às vezes podem mentir para você.

Eles geralmente começam com as palavras "eu sinto .....” Ex: "Eu sinto que você não me ama", "Eu me sinto um estúpido", "Eu me sinto um fracassado." Sempre que você tiver um forte sentimento negativo, confira. Procure as evidências por trás desse sentimento. Pergunte a si mesmo: "Você tem verdadeiras razões para sentir-se dessa maneira?"

Pensamentos de culpa

A culpa muitas vezes faz com que você faça coisas que não quer fazer. Estes pensamentos geralmente incluem palavras como "deveria", deve "," ou "tem que."

Ex: Você pode dizer para si mesmo: "eu deveria ser melhor para o meu irmão mais novo". Sempre que pensamos que nós "devemos" fazer alguma coisa, é da natureza humana não querer fazê-lo.

É melhor substituir os pensamentos de culpa pelos incentivadores, como:"eu quero fazer isso" ou "Seria útil fazer isso."

Rotulando a si e aos outros

Quando você anexa um rótulo negativo para si mesmo ou para outra pessoa, sabota a sua capacidade de dar uma visão clara sobre si, sobre outra pessoa ou situação. Sempre que você chamar alguém de preguiçoso, egoísta ou idiota, você agrupa essa pessoa com todos os outros idiotas que você já conheceu e não lida com ele de uma forma razoável. E começa a esperar o pior dele ou de você mesmo.

Fique longe de rótulos negativos.

Culpar as pessoas

Pessoas que arruínam suas vidas têm uma forte tendência a culpar os outros quando as coisas dão errado. Elas não assumem a responsabilidade por seus problemas.Normalmente, você vai ouvir as declarações como "Não foi minha culpa" ou "Isso não teria acontecido se você tivesse ...." Sempre que culpar alguém pelos problemas em sua vida, você se torna impotente para mudar.

Fique longe desse tipo de pensamento e assuma a responsabilidade pessoal para mudar os problemas que você tem.

Distúrbio de Déficit de Atenção (DDA) Publicado no International Journal of Arts Medicine, 1995.) Daniel G. Amen