tdah logo

cleide heloisa partel

critérios complementares de tdah (dda) para adultos


O diagnóstico de TDAH (DDA) é estritamente clínico. O questionário abaixo baseia-se em critérios internacionalmente reconhecidos do DSM-IV e DSM 5. Eles podem servir apenas de guia ou levantar suspeitas do diagnóstico que será definido pelo exame clínico.

Verifique em qual item você se encaixa: SIM
1. Tenho dificuldade em organizar-me: mesa, gavetas, papéis, agendas telefônicas, prazos...
2. Freqüentemente vejo-me tamborilando os dedos, mexendo os pés e as mãos, andando de um lado para o outro, fazendo algo para extravasar minha energia ou nervosismo.
3. Eu era considerado um aluno fraco na escola. Quando criança, já fui rotulado de: "sonhador", "ingênuo", "impulsivo", "preguiçoso", "pestinha", capeta ou simplesmente "burro".
4. Tenho tendência a tomar decisões e agir impulsivamente, fazer mudanças de planos e de objetivos.
5. Tenho pavio curto, fico impaciente e me irrito com certa facilidade.
6. Freqüentemente fico excitado com novos projetos, começo-os, mas antes de concluí-los, já estou envolvido e voltado para outro(s).
7. Sou muito distraído e cometo erros por descuido. Quando estou lendo um livro, muitas vezes preciso reler um parágrafo ou uma página inteira por estar perdido em devaneios.
8. Quando me envolvo com uma coisa ou me sinto desafiado, fico tão entusiasmado que meu poder de concentração é intenso, como um raio laser.
9. Geralmente reajo de modo exagerado, colocando-me sempre em conflitos.
10. Minha memória é tão fraca que muitas vezes chega a me irritar.
11. Tenho uma tendência a dizer ou fazer coisas sem pensar e isso muitas vezes me traz problemas.
12. Muitas vezes compenso meus humores depressivos por meio de algum tipo de comportamento compulsivo potencialmente danoso, como gastar muito dinheiro, comer demais, trabalhar em demasia, beber demais...
13. Eu me vejo diferente do que os outros me vêem: quando por exemplo alguém fica bravo comigo por eu tê-lo magoado ou irritado, sempre me surpreendo.
14. Mesmo que me preocupe muito sobre situações perigosas que eu não gostaria que acontecessem comigo, tentando ser cuidadoso, acabo esquecendo-as muitas vezes e arriscando-me.
15. Eu prefiro fazer as coisas da minha própria maneira do que seguindo as regras e procedimentos dos outros.
16. Tenho uma tendência a adiar meus projetos, minhas tarefas, acabando por fazê-las sempre atropeladamente, na última hora, privando-me sempre do tempo de revisão e de aprimoramento.
17. Frustro-me facilmente quando os fatos não acontecem como imaginei e sempre fico impaciente com a "lentidão" das coisas e das pessoas.
18. Minha auto-estima não é tão boa quanto a das pessoas que conheço.
19. Não importa o que faço e o quanto me esforço, não me vejo alcançando meus objetivos.
20. Tenho os parentes com: TDAH (DDA), depressão, distúrbio bipolar ou abuso de substâncias.
  Total: